segunda-feira, 29 de junho de 2020

'«O pânico é tentar responder a tudo, mas na medida do possível ninguém passa fome»”'

Na Rádio Renascença: "Rio de Mouro é uma das freguesias do concelho de Sintra que mantém a situação de calamidade e dever cívico de recolhimento devido ao número de casos de Covid-19. O presidente da junta, que desde o início da pandemia reformulou todos os serviços para ajudar a população, recusa a ideia de surto generalizado na freguesia." [notícia integral]

'Midori - Pedro Almeida - Sintra'

Na RTP: "Neste episódio a Mesa Portuguesa vai até ao Penha Longa, na Serra de Sintra, ao Restaurante Midori onde as inspirações gastronómicas portuguesa encontram o melhor da cozinha nipónica. Uma autêntica viagem de Descobrimentos. O Chef Pedro Almeida leva-nos por um percurso pela Sintra onde nasceu e cresceu até à cozinha tradicional do Restaurante Dom Pipas." [vídeo integral]

quinta-feira, 25 de junho de 2020

'Freguesias em situação de calamidade obrigadas ao dever geral de recolhimento'

Na SIC Notícias: "O Conselho de Ministros aprovou o diploma com dever de confinamento ao domicílio nas freguesias abrangidas pela situação de calamidade. A fiscalização deverá ser garantida pelas forças de segurança. Em causa estão todas as freguesias dos concelhos da Amadora e de Odivelas, seis freguesias de Sintra, duas de Loures e a freguesia de Santa Clara, em Lisboa." [notícia integral]

segunda-feira, 22 de junho de 2020

'Regras mais apertadas na maioria das freguesias de Sintra'

Na Visão: "Governo decidiu estender o estado de calamidade a seis freguesias dos concelhos de Sintra, apurou a VISÃO: Queluz-Belas, Agualva e Mira Sintra, Cacém e São Marcos, Massamá e Monte Abraão, Rio de Mouro e, finalmente, Algueirão-Mem Martins vão continuar num regime de regras mais apertadas que a generalidade do território. Regras que se aplicam também a várias freguesias dos concelhos de Loures e de Lisboa (num total de cerca de duas dezenas e meia) e ainda, de forma integral, aos concelhos de Odivelas e Amadora." [notícia integral]

'Covid-19. Escolas de Sintra encerradas depois de registados casos de infeção entre os alunos'

No Expresso: "Duas escolas de Mem Martins, na região de Sintra, foram encerradas depois de terem sido descobertos casos de infeção pelo novo coronavírus entre a comunidade escolar. Um assistente operacional e o familiar de uma aluna infetados obrigaram à suspensão das aulas presenciais." [notícia integral]

'Sintra admite até fecho de ruas para travar contágios'

No SOL: "A reunião do gabinete de crise da região de Lisboa ficou marcada na sexta-feira para esta segunda e é esperado um novo ponto de situação sobre a epidemia em Lisboa, onde a ministra da Saúde assumiu, no final da semana, que tem sido difícil quebrar cadeias de transmissão. No sábado, Queluz, uma das freguesias que têm registado mais novos casos, teve direito a visita de Estado, com Marcelo Rebelo de Sousa e a ministra da Saúde a deixarem um apelo particular aos jovens. O presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, confirmou que a PSP tinha encerrado 33 bares em Queluz-Belas que estavam a funcionar ilegalmente e deixou em cima da mesa a hipótese de se ir mais longe: “Temos de prevenir e prevenir é fechar bares, restaurantes e até ruas se necessário, quando se verificar que é a única forma de combater a pandemia”. [notícia integral] [notícia no Correio da Manhã]

domingo, 21 de junho de 2020

'Escola em Sintra vai testar alunos e trabalhadores após detetar caso de coronavírus'

No Correio da Manhã: "O agrupamento de escolas Mestre Domingos Saraiva, no Algueirão, em Sintra, vai testar todos os alunos, auxiliares educativos, administrativos e professores desta escola, após ter sido detetado um caso de covid-19 num dos Assistentes Operacionais e também num familiar direto de um aluna do agrupamento. O anúncio foi feito através de um comunicado, que foi partilhado pelo presidente da Câmara Municipal de Sintra no Facebook." [notícia integral]

'Vídeo visto 1,6 milhões de vezes mostra migrantes a agredir uma mulher numa estação de comboios da linha de Sintra?' Falso.

No Polígrafo: "As imagens foram partilhadas numa página internacional de Facebook e contam com mais de 1 milhão e 600 mil visualizações. Ao longo dos 41 segundos de vídeo é possível ver, numa estação de comboios com características que correspondem às infraestruturas da linha de Sintra, pelo menos dois homens, negros a agarrar uma mulher branca, deitada no chão. Quando esta se tenta levantar, os indivíduos voltam a empurrá-la, pegando-a algumas vezes pelo cabelo, aparentemente com o objetivo de a manter deitada. Ao longo da gravação, é possível ouvir "não batam, não batam numa mulher, se faz favor. Não batam nela, a polícia é que vem fazer isso." [notícia integral]

sábado, 20 de junho de 2020

'Câmara de Sintra disponibiliza "de imediato" testes para escola com surto'

No JN: "O presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, criticou, na manhã deste sábado, a falta de comunicação entre as autoridades de saúde, a propósito dos casos de covid-19 identificados sexta-feira na Escola Secundária Stuart Carvalhais, em Massamá. Anunciou ainda que a Autarquia disponibiliza "de imediato" os testes em falta naquele estabelecimento de ensino. Basílio Horta partilhou a notícia publicada sexta-feira no JN e considerou "lamentável que as autoridades de Saúde não tenham testes disponíveis" para os alunos da Escola Stuart Carvalhais, uma das maiores do concelho de Sintra." [notícia integral]

quinta-feira, 18 de junho de 2020

'Câmara de Sintra solicitou às autoridades de saúde o encerramento de 34 cafés'

No DN: "A Câmara Municipal de Sintra solicitou esta semana às autoridades de saúde o encerramento de 34 cafés que identificou, numa operação conjunta com a PSP, "como de risco elevado para a saúde pública e de ajuntamentos onde as normas das autoridades de saúde não eram respeitadas", informou a autarquia no seu site oficial. Na mesma nota, o município deu conta de que "está a distribuir mais de 250 mil mascaras através dos três postos de atendimento que prestam apoio à população", em funcionamento junto às estações da CP. "As três unidades móveis disponibilizam máscaras de proteção individual, álcool gel e informação para a prevenção de possíveis contágios", pode ler-se." [notícia integral]

terça-feira, 16 de junho de 2020

'Covid-19. Lar em Sintra regista sete mortes, 28 recuperados e 12 casos positivos'

No PÚBLICO (via Lusa): "Um lar privado em Rio de Mouro, concelho de Sintra, onde foram identificados em Maio 60 casos de infecção por covid-19, regista a morte de sete utentes, 28 doentes recuperados e 12 casos positivos, segundo a Segurança Social. “Regista-se o falecimento de sete utentes com covid-19”, avançou o Instituto da Segurança Social (ISS), em resposta à agência Lusa, sobre a situação no Lar Bella Persona Senior Residence, em Rio de Mouro, no distrito de Lisboa." [notícia integral]

domingo, 14 de junho de 2020

'Covid-19 por concelho. Sintra regista o maior aumento de novos casos diários'

Na Rádio Renascença: "Sintra, Cascais, Seixal e Amadora são os concelhos que registam o maior aumento de novos casos de infeção. Em Portugal, 25 municípios registam um aumento de casos de Covid-19, nas últimas 24 horas. Os dados da Direção-Geral da Saúde revelam a totalidade de notificações médicas no sistema SINAVE, mas deixam de fora notificações laboratoriais." [notícia integral]

terça-feira, 9 de junho de 2020

'Tribunal de Sintra recebe 100 máscaras embaladas com bichos'

No Observador: "O Tribunal Administrativo e Fiscal de Sintra recebeu 100 máscaras descartáveis com bichos dentro das embalagens, avançou esta terça-feira o Jornal de Notícias (JN), que terão sido importadas dos Países Baixos e fabricadas e embaladas na China. Algumas destas máscaras terão sido usadas sem que os utilizadores se apercebessem que continham bichos. As duas embalagens com 50 máscaras cada serão substituídas, avançou ao JN a Direção-Geral da Administração da Justiça (DGAJ), que vai “apurar se existem situações semelhantes” noutras instalações." [notícia integral]

quarta-feira, 3 de junho de 2020

'Autarca de Sintra indignado com “alarme social” causado pela contagem da DGS no concelho'

No PÚBLICO (via Lusa): "O presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, manifestou-se esta terça-feira indignado com o método de contagem do número de infectados no concelho, afirmando que a situação está a causar um grande alarme social. “Existe uma desarticulação muito grande com as autoridades de saúde. Passam dias sem contar os nossos infectados e depois somam os números todos e colocam no relatório. Isso causa um grande alarme e uma imagem errada do concelho”, afirmou o autarca socialista." [notícia integral]

segunda-feira, 25 de maio de 2020

'Lisboa e Vale do Tejo com 87% dos novos casos, metade reside no concelho de Sintra'

No Observador: "Lisboa e Vale do Tejo continua a ser a região do país com o maior aumento do número de casos e a concentrar quase a totalidade dos novos casos diários, número para o qual contribui o concelho de Sintra, com 72 novos casos (metade dos novos casos registados em toda a região). No boletim desta segunda-feira, 144 dos 165 novos casos localizam-se em torno da capital portuguesa com a região Norte a ter mais 21 casos, dos 165. Nas restantes regiões o número de infetados mantém-se inalterado em relação a domingo: 3.683 no Centro, 361 no Algarve, 253 no Alentejo, 135 nos Açores e 90 na Madeira." [notícia integral]

sexta-feira, 22 de maio de 2020

'SINTRA: MÁSCARAS A "TAPAR" OS INFECTADOS COM COVID19'

No blogue Retalhos de Sintra: "Hoje, quando em Sintra os infectados com o Covid19 ultrapassaram os 1000, devem atribuir-se responsabilidades aos políticos que pouco fizeram para o evitar. Percebeu-se isso quando em 18/5 o site oficial do poder sintrense lançou a confusão com as máscaras, desviando os munícipes do grave aumento de infectados. "Sintra distribui 1 milhão de máscaras", "serão entregues nas caixas de correio", como se brindes a fazer correr interessados de chave em punho, várias vezes ao dia. "Bolas, ainda não chegaram", "vá vendo", "que ansiedade, nunca mais", "na minha rua nada", "será que alguém assaltou a minha caixa?". Preocupações diversas." [artigo integral]

quinta-feira, 21 de maio de 2020

'Câmara de Sintra distribui máscaras com erro no folheto de utilização'

No Correio da Manhã: "A Câmara de Sintra está a oferecer um milhão de máscaras cirúrgicas aos seus munícipes, mas o processo ficou marcado por um erro que a autarquia já admitiu e que prometeu corrigir. Milhares de pessoas começaram esta semana a receber as máscaras através do correio e algumas delas repararam num erro. O folheto com as instruções para utilização das máscaras recomenda que a colocação seja efetuada "com o lado branco para fora". [notícia integral]

segunda-feira, 18 de maio de 2020

Câmara de Sintra inicia distribuição de 1 milhão de máscaras



A Câmara Municipal de Sintra informa que iniciou esta segunda-feira a distribuição gratuita de 1 milhão de máscaras de protecção individual, que ao longo dos próximos dias serão entregues nas caixas de correio do município.

"Esta operação pretende contribuir para proteger a população, mas é também uma forma de sensibilizar para a necessidade de cumprir com o dever cívico de recolhimento, cumprir as medidas de distanciamento social, de higienização das mãos e de etiqueta respiratória que continuam a ser as nossas melhores armas para combater a COVID-19”, explica Basílio Horta.

'Sintra in Motion - 4K Timelapse'

Vale a pena espreitar este timelapse/hyperlapse produzido pelo Bruno Biscaia. "Levou-me 1 mês a produzir e aproximadamente 10.000 fotos em diferentes locais da vila e serra", explica o autor.


quinta-feira, 26 de março de 2020

Abriu em Agualva o Centro para Avaliação e Tratamento da Covid-19 em Sintra



A Protecção Civil de Sintra informa que abriu hoje o primeiro Centro para Avaliação e Tratamento da Covid-19 no concelho, nomeadamente no novo Centro de Saúde de Agualva. "Podem dirigir-se a este centro: pessoas com sintomas da doença, pessoas encaminhadas pela Saúde24 ou encaminhadas por Unidades de Saúde do concelho de Sintra".

segunda-feira, 23 de março de 2020

'Sintra vai abrir três centros de avaliação e tratamento da Covid-19'

Na SIC Notícias: "Em Sintra estão confirmados 20 casos de infeção do novo coronavírus, sendo que 10 são utentes da Casa de Saúde de Idanha. Uma das medidas de prevenção da propagação do surto viral passa pela abertura de três centros de avaliação e tratamento do novo coronavírus, anunciada pelo presidente da autarquia, que apela às autoridades de saúde que agilizem a burocracia para que estes espaços possam começar a funcionar." [notícia integral] [notícia no Jornal Económico]

sábado, 21 de março de 2020

'Dez infetados num surto ligado a equipamento de saúde em Sintra'

No Diário de Notícias: "Há dez pessoas infetadas na Idanha (concelho de Sintra), um surto que está ligado a um equipamento de saúde local, que presta cuidados sobretudo em saúde mental e psiquiatria. Foi o presidente da câmara, Basílio Horta, a dar conta desta situação. Num vídeo publicado no Facebook, o autarca fala num "surto" de coronavírus na Idanha, dizendo que "há mais oito infetados", além de "dois" que já estavam. O autarca acrescenta que "estão em causa cerca de 1000 pessoas" - de acordo com a assessoria do município trata-se do número de pessoas que frequenta a casa de saúde, entre funcionários e utentes." [notícia integral] [notícia no Notícias ao Minuto e no PÚBLICO]

quinta-feira, 19 de março de 2020

'CP repõe comboios na linha de Sintra nas horas de ponta'

No PÚBLICO: "Para evitar a concentração de passageiros nos comboios suburbanos da linha de Sintra – como se verificou na quarta-feira - a CP vai reforçar, a partir de amanhã, quinta-feira, o período da hora de ponta da manhã com mais 12 comboios entre Sintra e Lisboa e seis no período da tarde porque a procura é mais espaçada." [notícia integral]

segunda-feira, 16 de março de 2020

'Sintra vai reduzir preço da fatura da água e anuncia apoios ao Hospital Amadora-Sintra'

No Correio da Manhã (via Lusa): "A Câmara Municipal de Sintra anunciou hoje que vai baixar a fatura da água e apoiar financeiramente o Hospital Fernando da Fonseca e as IPSS do concelho, no âmbito de medidas de apoio devido ao surto da Covid-19. Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta (PS), referiu que este pacote de medidas representa um investimento de cerca de sete milhões de euros e que "entrarão imediatamente em vigor". [notícia integral]

sábado, 14 de março de 2020

'Coronavírus: Sintra encerra parques e monumentos'

No PÚBLICO: "A Câmara Municipal de Sintra avançou com o encerramento ao público, a partir deste sábado, de todos os monumentos do concelho, no âmbito das medidas de prevenção da covid-19. A decisão do encerramento foi tomada nas sexta à tarde após uma reunião entre a Câmara de Sintra, a Fundação Culturasintra e a empresa Parques de Sintra Monte da Lua e surge, explica a autarquia em comunicado, "na sequência do estado de alerta em Portugal". [notícia integral] [notícia na SIC Notícias]

terça-feira, 10 de março de 2020

'Covid-19. Câmara de Sintra cancela atividades e eventos público no concelho'

No Expresso (via Lusa): "A Câmara de Sintra anunciou esta terça-feira que vai cancelar todas as atividades e eventos públicos da responsabilidade do município e suspender os serviços de atendimento presencial, como medida para combater a propagação do surto de Covid-19. De acordo com um despacho assinado esta terça-feira pelo presidente da câmara, Basílio Horta, a que a agência Lusa teve acesso, a "evolução epidemiológica que, de acordo com a Direção-Geral da Saúde (DGS), se verifica em certas regiões do país, aponta para um cenário de rápido crescimento" pelo novo coronavírus." [notícia integral] [notícia no PÚBLICO]

sexta-feira, 6 de março de 2020

'Dirigente distrital do PS no banco dos réus por abuso de poder'

No PÚBLICO: "O presidente da União de Freguesias de Sintra e um autarca de Queluz-Belas que já foi assessor do grupo parlamentar do PS estão a responder em tribunal por abuso de poder e outros crimes. Nenhum deles suspendeu o mandato. Além de pedir a sua condenação, o Ministério Público quer também, como pena acessória, que sejam proibidos de exercer funções. Em causa está a contratação de serviços jurídicos por três juntas de freguesia deste concelho entre 2009 e 2013, todas então lideradas por autarcas socialistas." [notícia integral]