quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

'Junta de Freguesia de Agualva paga licenciatura de funcionária, partidos questionam legalidade'

No PÚBLICO: "Os eleitos socialistas na Assembleia de Freguesia de Agualva questionam a legalidade do pagamento das propinas da licenciatura em Gestão Autárquica, no valor de 3181,20 euros, a uma funcionária da junta. O presidente da autarquia justifica o pagamento como "apoio ao desenvolvimento profissional" dos funcionários. "O que revolta é o valor para a licenciatura de uma funcionária ser superior ao que o orçamento da junta tem para a Acção Social, apenas dois mil euros", critica João Castanho, eleito do PS em Agualva. O caso vai ser participado à Inspecção-Geral da Administração Local (IGAL) e ao Tribunal de Contas. Isto porque os eleitos do PS consideram que o executivo "incorreu em ilegalidade" face ao regime jurídico da formação profissional na Administração Pública." [notícia integral]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.