quarta-feira, 2 de março de 2011

'Há um oficial suspeito do roubo das armas no quartel da Carregueira mas faltam as provas'

No PÚBLICO: "Mais de dois meses volvidos sobre o assalto ao quartel da Carregueira, em Sintra, de onde desapareceram, pelo menos, dez armas de guerra, entre espingardas de assalto e pistolas, ainda não existem indícios acerca do local para onde o material possa ter sido levado. Existe, no entanto, um suspeito. Trata-se de um militar e poderá também ter alguma relação com um roubo ocorrido no último fim-de-semana, num quartel espanhol próximo de Badajoz." [notícia integral]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.