domingo, 23 de outubro de 2011

Rio de Mouro: "Levaram o meu filho para longe"

No Correio da Manhã: "Eugénia Silva teve de ser amparada, ontem de manhã, até ao cemitério de Rio de Mouro, em Sintra, onde enterrou o filho António, de apenas 19 anos. O jovem foi assassinado com quatro facadas, na última quarta-feira, nas Mercês, porque foi tirar satisfações por causa do roubo de um boné. Acabou por ser golpeado com uma faca de cozinha, vindo a morrer no Hospital de Santa Maria, Lisboa." [notícia integral]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.