domingo, 27 de novembro de 2011

'De lata na mão a graffitar pelo mundo'

No jornal SOL: "Tinha 20 anos quando começou a interessar-se pelos graffiti. Apesar de ter crescido a brincar na rua, até então pintava apenas em casa. Quando descobriu que podia desenvolver a sua arte fora de portas, transformou o hobby numa profissão e hoje o seu traço é reconhecido em todo o mundo, do Brasil ao Kuwait." [artigo integral]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.