quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Junta de Agualva e Associação Empresarial de Sintra lançam petição pela conclusão das obras da REFER em Agualva-Cacém

A Junta de Freguesia de Agualva e a Associação Empresarial de Sintra lançaram hoje uma petição pela conclusão das obras da estação ferroviária da REFER de Agualva-Cacém. Autarcas e comerciantes criticam os impactos negativos provocado pelos "vários meses de atraso" e temem que o "ritmo manifestamente lento" da obra atrase ainda mais a conclusão dos trabalhos prevista para o primeiro semestre de 2012. Em causa está a "diminuição drástica no tráfego pedonal na zona norte da estação, com um elevado custo para todo o comércio local", situação que já levou ao "encerramento de estabelecimentos comerciais". Os subscritores pedem "a conclusão, o mais rapidamente possível, da intervenção de construção da nova estação, não sendo admissível nem tolerável mais atrasos". Solicitam ainda "a implementação de medidas provisórias que permitam uma real melhoria dos acessos à estação, nomeadamente, através da abertura de comunicações pedonais com o Largo da Estação e com a Avenida D. Nuno Álvares Pereira". O atraso nestas obras tem sido denunciado por comerciantes e pela Comissão de Utentes da Linha de Sintra (ver notícias relacionadas).

Notícias relacionadas:
Estação de Agualva-Cacém volta a ter dois acessos
REFER promete reabrir acessos do Largo da Estação de Agualva até final de Novembro
Vídeo: Comerciantes de Agualva lamentam atraso na obra da estação
'CDU realiza encontro com comerciantes afectados por obras da Estação de Agualva'
Comerciantes de Agualva temem fim das obras da estação apenas em 2012

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.