terça-feira, 6 de Dezembro de 2011

Novo horário nas Linhas de Sintra e Azambuja a partir de 11 de Dezembro

Comunicado: "No próximo dia 11 de Dezembro, a CP vai implementar um novo horário nas Linhas de Sintra e Azambuja, com o objectivo de adequar a oferta à procura. Na origem desta decisão está um estudo de mercado realizado pela empresa que demonstrou que 70% da procura actual tem como destino a Linha de Cintura e 30% a estação do Rossio.

As alterações deste novo horário resultam quer em aumento de circulações quer em ajustamentos de cadência horária de acordo com a procura dos vários trajectos disponíveis nestas linhas. De realçar a implementação das seguintes ligações directas:
- Comboios directos entre Sintra e Alverca, nos dias úteis e em hora de ponta;
- Ligações directas em fim-de-semana e feriados entre as estações de Barcarena e Cacém e a Estação do Oriente;
- Comboios directos entre a estação de Meleças e a estação do Oriente, nos dias úteis fora do período das horas de ponta;

Este novo horário permite, para além da melhoria de tempo de trajecto entre Cacém e Oriente em 3 minutos e entre Sintra e Oriente em 7 minutos, um ajustamento às efectivas necessidades de mobilidade das populações. Informações sobre os serviços e produtos CP disponíveis em www.cp.pt, ou pelo call-center 808 208 208."

3 comentários:

  1. Os novos horários têm um grande problema ao fim de semana e feriados, que é não existir ligação directa entre o Oriente e Monte Abraão a partir da hora de Jantar.

    Quem trabalhe no Vasco da Gama ou queira ir jantar à Expo, cinema, concertos, etc tem que ir de metro até aos restauradores para apanhar a linha do rossio, ou se apanha o comboio no Oriente tem um transbordo demorado vinte tal minutos em Campolide.

    Quem vá ao futebol ao fim de semana a Alvalade, deixa de poder apanhar comboio directo em Entre Campos para a linha de Sintra. Quem vá à luz, passa a ter de apanhar o metro até aos restauradores, em vez de sete rios para poder regressar.

    Ao fim de semana à noite o centro da CP passa a ser Campolide,servido por 2 comboios, enquanto que o eixo Oriente, Areeiro, Sete Rios deixa de estar directamente ligado à linha de Sintra. Ora essas 3 estações são servidas por metro e estão mais próximas das atracções e locais de trabalho, logo mais úteis para terem ligações directas à linha de Sintra.
    Campolide é um sítio "desterrado" para se ir fazer um transbordo demorado. é muito meno útil.

    ResponderEliminar
  2. São vergonhosos os horários dos comboios de Sintra Oriente e o inverso tambem. Tanto aos feriados como aos fins de semana è o mesmo. Os dois ultimos a partir de Oriente. È uma vergonha e uma falta de respeito os preços dos passes serem aumentados e os serviços nestes periodos são insensatos. Trabalho por turnos e quando saio às 00H00 do Oriente só tenho comboio às 00H29 para Alcantara saio para fazer a ligação a Sintra em campolide e espero 25 minutos. Isto aplica-se durante todos os dias do mês. Chego a casa às duas da manhâ desnessecariamente Entretanto já comfirmei por várias vezes que o comboio para Alcantara segue completamente VAZIO. e chegam a ser 50 pessoas à esprea da ligação a Sintra. O memo se passa em sentido contrário.

    ResponderEliminar
  3. Este novo horário permite, para além da melhoria de tempo de trajecto entre Cacém e Oriente em 3 minutos e entre Sintra e Oriente em 7 minutos.
    Não é totalmente verdade.
    O ultimo comboio da noite entre sintra e Oriente, oriente e sintra todos os dias e durante o fim de semana mais feriados. Perdemos 25minutos só em ligações em Camploide sem justificãção. Aos fins de semena de Sintra para Oriente ainda é pior visto que há dois para o Rossio e só se faz ligação com um que vem de Alcantara. Quem apanhar o 1º espra depois 40 minutos. Qual o motivo para o comboio não fazer a ligação por 3 minutos e ter de esperar 40?

    ResponderEliminar

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.