quinta-feira, 19 de abril de 2012

Montelavar apela à subscrição de abaixo-assinado contra a extinção de freguesias

Na página da Junta de freguesia de Montelavar: "Lamentavelmente, na passada sexta-feira, 13 de Abril, foi aprovada com os votos das bancadas do PSD e CDS a lei 44/XII que visa a extinção de 1200 a 1500 Freguesias do país.

Pese embora todas as iniciativas locais e nacionais, nas quais a Junta de Montelavar marcou sempre presença, a lei que diz "reorganizar administrativamente o território" não é mais que um ignóbil golpe ao querer das populações, à representatividade democrática e ao serviço de proximidade assegurado pelas Freguesias. É ainda um atentado aos postos de trabalho dos funcionários das Autarquias e a uma política que visa diminuir a resposta justa e cabal às expectativas e necessidades das populações.

Embora já aprovada, nenhuma Freguesia, consciente das consequências que esta lei implica para as populações, vai baixar os braços. Prova disso é o abaixo-assinado que circula pela Freguesia de Montelavar e ainda por outras Freguesias do Concelho de Sintra através da Plataforma Freguesias SIMtra, da qual a Presidente da Autarquia de Montelavar faz parte desde a primeira hora.

Esse abaixo-assinado pretende alcançar, pelo menos, 4000 assinaturas. Este será o número mínimo para permitir a apresentação de uma moção em sede da Assembleia da República a qual será, obrigatoriamente, discutida em Plenário. Se ainda não subscreveu o abaixo-assinado, dirija-se à secretaria da Junta de Montelavar, comércio local, Aida Macieira, Celeste Louro, Estela Cabrita, Henrique e Aline Galinha, Luís da Mota Filipe ou Otília Dinis.

Logo que exista uma data para a Assembleia Municipal sobre este tema, cuidaremos de informar a população. O povo português não aceita esta arbitrariedade e a população de Montelavar não permitirá que a Freguesia volte a ser prejudicada!" [Fonte: Junta de Freguesia de Montelavar]

Notícias relacionadas:
Montelavar integra Plataforma Nacional Contra a Extinção de Freguesias
[mais notícias sobre a Reforma Administrativa]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.