quarta-feira, 30 de maio de 2012

São Marcos: PSP detém traficante com identidade falsa

A Divisão de Sintra da PSP deteve ontem na rua Bela Vista, Casal do Cotão, em São Marcos, um homem de 39 anos pelo crime de tráfico de estupefacientes. A Polícia encontrou na posse do suspeito 1,41 g de uma substância de cor branca de produto suspeito de ser cocaína. Já na Esquadra de Investigação Criminal, o suspeito afirmou ser de nacionalidade guineense e ter 35 anos de idade.

"Por existirem algumas incongruências relativamente aos seus dados pessoais, os polícias deslocaram-se a uma das ruas onde o indivíduo havia dito que residia, onde procederam uma busca domiciliária que resultou na apreensão de 6165 euros, quatro embalagens de produto estupefaciente suspeito de ser cocaína com o peso de 0,67 g, uma balança de precisão, um punhal de grandes dimensões e quatro passaportes, dois com um nome que havia dado à PSP e outros dois com um nome totalmente diferente, mas todos com a mesma fotografia do suspeito."

"Foram ainda apreendidos quatro anéis em ouro e quatro telemóveis, por existir suspeita de estarem relacionados com o crime. Relativamente à suspeita de falsificação de documentos, o suspeito afirmou que em 2001 havia entrado em território nacional com o documento de um familiar guineense, identificação que primeiramente forneceu à PSP nesta situação, tendo inclusivamente já cumprido uma pena de prisão efectiva de quatro anos com essa identidade pelo crime de tráfico de estupefacientes. Em simultâneo, havia conseguido obter dupla nacionalidade com a sua identidade verdadeira, tratando-se, por isso, de um cidadão português, cuja identidade lhe permitia movimentar com facilidade, sem levantar suspeitas, permitindo-lhe furtar-se a situações mais complicadas eventualmente pendentes com a justiça." [comunicado integral][notícia no Correio da Manhã]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.