terça-feira, 26 de junho de 2012

Salão de Galamares reabre após obras de restauro



Com alegria e a solenidade que se impunha, foi assinalada no dia 24 de Junho a conclusão das obras de restauro e reabertura do Salão de Galamares. Inaugurado em 1916, por iniciativa do Visconde de Monserrate, durante décadas ali se realizaram récitas, festas e sessões de cinema. Até Viana da Motta aí tocou em 1923, numa iniciativa destinada a obter receitas para a electrificação da estrada de Sintra a Colares.

Com pinturas e murais de António Graça, Júlio Fonseca e Garibaldi Martins, artesãos ao serviço do visconde, foram recorrentes as peças de teatro onde pontificavam Guilherme Oram ou Eduardo Frutuoso Gaio, o conjunto de saxofones da Sociedade União Sintrense, o Cynthia Jazz ou Os Mexicanos. Depois de um período de apagamento nos anos 70 e 80, foi sob o impulso de personalidades como Edgar Azevedo e António Jorge Manata que ressurgiu em 1979, tendo nos anos 90 o renascido Grupo Desportivo e Cultural de Galamares (GDCG) realce no ciclismo e atletismo, destacando-se, por exemplo, a conquista da I Maratona Popular de Badajoz, em 1996 e a organização de diversos prémios de atletismo.

Mercê do esforço da população, desde então se veio a reabilitar na traça original o dito salão, devolvendo-lhe o brilho perdido, tendo contribuído para essa tarefa a colaboração inestimável da Escola Profissional de Recuperação do Património de Sintra, pelo que, alguns anos e mais de duzentos mil euros depois, e mercê do muito trabalho voluntário da população, finalmente reabriu em prol da cultura e associativismo locais, propondo-se dinamizar a cultura e lazer, além da continuação das actividades da secção de pesca, criada em 2003.

Na cerimónia, a que se seguiu um beberete e uma festa popular, e a que assistiram entre outros, o antigo presidente da Fundação Calouste Gulbenkian, Dr. Rui Vilar e a ex-ministra Isabel Alçada, usaram da palavra António Jorge Manata, presidente da Assembleia Geral do GDCG, Fernando Morais Gomes, que fez a resenha histórica de Galamares e do salão, e o presidente da Junta de Freguesia de S. Martinho, Fernando Pereira.

Texto: Grupo Desportivo Cultural Galamares
Foto: Pedro Macieira

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.