domingo, 5 de agosto de 2012

'Problemas de insegurança na Linha de Sintra "intensificam-se fora da hora de ponta"'

No Jornal de Notícias (via Lusa): "A morte a tiro do assaltante ocorrida, este sábado de manhã, na estação de Campolide é mais um incidente de insegurança ocorrido na Linha de Sintra, onde circulam diariamente cerca de duzentas mil pessoas. De acordo com o porta-voz da Comissão de Utentes da Linha de Sintra, Rui Ramos, os problemas de insegurança nesta linha ferroviária "intensificam-se fora da hora de ponta". "Nesse período, a própria multidão que anda nos comboios acaba por funcionar como segurança. Mas fora dessas horas, os problemas intensificam-se porque também há menos polícias a trabalhar", disse." [notícia integral]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.