segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Zero manifestantes no "cerco" à residência de Passos Coelho em Massamá

Ainda não apareceu um único manifestante ao protesto marcado para esta tarde junto à residência pessoal do primeiro-ministro, em Massamá. O evento foi divulgado através das redes sociais, onde cerca de 700 pessoas confirmaram presença, mas na rua da Milharada apenas é visível o reforço policial de cerca de uma dezena de agentes da PSP, três dos quais à entrada do número 27, local onde habita Passos Coelho, outros à paisana na paragem de autocarro do outro lado da rua e outros, ainda, nas frequentes passagens de carros patrulha e motorizadas da polícia.

[19h45] Perante a ausência de manifestantes, os três jornalistas presentes e parte do corpo policial decidiram desmobilizar.

Notícias relacionadas:
700 planeiam "cercar a residência pessoal" do primeiro-ministo em Massamá

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.