quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Comissão de Utentes critica atrasos e supressões de horários na Linha de Sintra

A Comissão de Utentes da Linha de Sintra (CULS) vê com “preocupação e indignação os atrasos e a supressão de horários dos comboios” registado nos últimos meses. “É uma prática inaceitável que tem sido factor de protestos por parte dos utentes, dado o agravamento e desestabilização que provoca nas suas vidas, inclusive criando-lhes problemas laborais. Por outro lado, especialmente nas horas de ponta, os comboios vêm superlotados e os utentes são transportados como “sardinha em lata”, lamenta a CULS.

Os utentes lamentam também o “inadmissível o atraso, que já vai para 16 meses, na conclusão da modernização da Linha de Sintra”, cuja quadruplicação já esta concluída mas não resultou ainda em horários com comboios directos e semi-directos. “A CULS está convicta de que se todas as questões que tem vindo a colocar para a melhoria de funcionamento da Linha de Sintra fossem concretizadas, o número de utentes não deixaria de aumentar, com os correspondentes benefícios económicos para o país”, referem os utentes em comunicado, acrescentando que irão solicitar uma reunião ao Ministério da Tutela e à CP.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.