domingo, 27 de janeiro de 2013

'Advogadas criticam magistrados por comentarem caso da mulher a quem retiraram 7 filhos'

No SOL: "As advogadas da mulher a quem foram retirados sete dos dez filhos pela Segurança Social condenaram hoje alguns magistrados por fazerem declarações públicas sobre aquele processo, que ainda está pendente e é "confidencial". As principais criticas das duas juristas são dirigidas à presidente do Tribunal de Sintra, Rosa Vasconcelos, à representante da associação sindical dos magistrados, Maria José Costeira, e ao representante do Conselho Superior de Magistratura." [notícia integral]

Notícia relacionada:
'Membro do Conselho Superior da Magistratura questiona fundamentos para retirar crianças a Liliana Melo'

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.