sábado, 19 de janeiro de 2013

Basílio Horta questiona Governo sobre dificuldades financeiras da Tratolixo

O candidato socialista à Câmara de Sintra quer saber que medidas pretende tomar o Governo para resolver as dificuldades de financiamento e financeiras da Tratolixo. Num conjunto de perguntas dirigido ao Ministério da Agricultura, Basílio Horta pretende também saber a posição do Governo sobre uma possível privatização desta empresa intermunicipal de capitais integralmente públicos, detida em 100% pela AMTRES - Associação de Municípios de Cascais, Mafra, Oeiras e Sintra para o Tratamento de Resíduos Sólidos. Entre as questões colocadas, o deputado socialista pretende saber "quanto vai custar a tonelada de lixo tratado quando a central de digestão anaeróbia da Abrunheira estiver em actividade" e "de que forma e quem vai efectuar a amortização dos empréstimos assumidos pela empresa, na medida em que esta não está a honrar os compromissos assumidos com o sindicato bancário". Basílio Horta pergunta ainda ao Governo "porque razão não foi dado cumprimento à deliberação de extinção da AMTRES que a concretizar-se levaria à inclusão da Tratolixo no sector empresarial local". [Fonte: PS Sintra]

Notícias relacionadas:
'PS Sintra acusa Tratolixo de má gestão'
'Tratolixo pede intervenção judicial para se revitalizar e ultrapassar problemas financeiros'

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.