sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

'Dois inspectores-chefes da PJ condenados a prisão suspensa por tortura'

No PÚBLICO: "Dois inspectores-chefes da Polícia Judiciária foram condenados nesta sexta-feira a dois anos e meio de prisão, suspensos pelo mesmo período, pelo crime de tortura por factos que remontam a Março de 2000. (...) As Varas Criminais de Lisboa deram como provado que os dois inspectores condenados pelo menos assistiram a uma violenta agressão de um funcionário ferroviário, Virgulino Borges, que esteve acusado de ter roubado dinheiro das bilheteiras do apeadeiro de Rio de Mouro, na Linha de Sintra. Esse processo terminou com a absolvição do ferroviário no tribunal de Sintra , anos depois das agressões de que foi alvo." [notícia integral]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.