sábado, 5 de janeiro de 2013

Marco Almeida escolhe "gente da terra" para a comissão de honra da candidatura à Câmara

A comissão de honra da candidatura de Marco Almeida às próximas eleições autárquicas "vai ser constituída por gente da nossa terra e com provas dadas na cultura, no associativismo, na educação e nas empresas do nosso concelho", salientou hoje o social-democrata através do Facebook. O actual vice-presidente da Câmara de Sintra que avançou em Dezembro com uma candidatura independente, fez questão de salientar essa diferença com a candidatura do PS, que anunciou hoje três nomes sonantes para a comissão de honra da candidatura de Basílio Horta: os ex-presidentes da República, Mário Soares e Jorge Sampaio, e o antigo líder do CDS, Freitas do Amaral.

Notícia relacionada:
'PS aposta em nomes de peso na corrida à Câmara de Sintra'
'Pedro Ventura candidato pela CDU em Sintra'
Basílio Horta espera que 2013 “não seja tão mau como as previsões apontam”
'Comissão política do PSD aprova Pedro Pinto para Sintra'

6 comentários:

  1. Pois, mas ele também não arranjaria outras pessoas que não fossem da terra...E como se sabe nem sempre os santos da casa fazem milagres...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Engano o seu...
      Marco Almeida poderia trazer muitas pessoas de fora do Concelho. Só o não faz porque dá prioridade àqueles que conhecem bem os aspectos fortes e os aspectos fracos do nosso Concelho. Há muitos anos que tem trabalhado por Sintra e pelos eus munícipes. E sobre o facto de morar dentro ou fora que interesse tem isso? Quantas horas passa ele por dia no seu local de trabalho? E já pensou onde ele cresceu, viveu, aprendeu a ser homem e onde deu os seus passos como autarca e aí se afirmou como um Homem de valor e de palavra? Neste caso, caro senhor ou senhora visto que é anónimo... os santos da casa poderão fazer muitos mais milagres do que os santos de pau oco que só vêm politiquismo à frente do nariz. E disso, estamos todos nós mais que fartos... FARTÍSSIMOS. Tanto que já não se aguenta mais!!!

      Eliminar
  2. Lembro-me de á cerca de onze anos pela campanha á câmara de Sintra de estar a fazer campanha por alguém que não conhecia o Concelho e ganhou. Hoje fazendo campanha por alguém que conhece o concelho como ninguém, mal seria que não ganhá-se. Penso que os Sintrenses estão fartos de políticos em final de carreira a serem apoiados por políticos com chorudas reformas. É por causa disto que o povo cada vez acredita menos nos partidos e nos políticos.

    ResponderEliminar
  3. Anónimo, pelo contrário. Basílio é que tem de colocar os dinossauros porque não arranja gente de Sintra que o apoie. Pense nisso.

    ResponderEliminar
  4. Marco Almeida escolhe "gente da terra"...
    Da minha parte está bem, para já, talvez mude, o Basilio não tem nenhuma horta saloia em Sintra está fora de questão.
    Pedros Pintos ou Coelhos, só depenados ou esfolados e depois na panela.
    Marco Almeida a ver vamos...

    ResponderEliminar
  5. Desculpem lá a franqueza mas afinal de que terra falamos? O Dr. Marco Almeida não mora no Concelho de Mafra? Não era professor também naquele Concelho? O Dr. Seara não vota em Viseu? E não mora em Lisboa? Etc... Então as pessoas que votaram no PSD este tempo todo nunca se preocuparam com a questão de ser da terra ou não e agora descobriram a pólvora? Já estou farta desta conversa de gente da terra porque da terra, de SINTRA há certamente muita gente em todas as candidaturas, desde candidatos a freguesias, vereação, deputados municipais. Ou só interessa o numero 1? Os mesmos senhores que vêm aqui confessar que andaram a fazer campanha pelo Dr.Seara dizendo que ele nem conhecia o Concelho agora falam em nome dos Sintrenses? De quais? Dos que moram e trabalham em Mafra?.................

    ResponderEliminar

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.