domingo, 27 de janeiro de 2013

'Membro do Conselho Superior da Magistratura questiona fundamentos para retirar crianças a Liliana Melo'

No PÚBLICO: "Não há acordo no seio do Conselho Superior da Magistratura (CSM). Pedro Pestana Bastos, um dos membros deste órgão, estranha o comunicado emitido na sexta-feira à noite sobre o caso da mãe a quem foram retirados, em Junho de 2012, sete dos seus dez filhos. O membro do conselho permanente do CSM disse ao PÚBLICO que, ao contrário do que é habitual, a posição daquele órgão não foi debatida." [notícia integral]

Notícias relacionadas:
'Retirada de sete filhos a uma mãe foi o «culminar de um processo longo»'
'Retirar filhos a mulher que recusou laquear trompas «fere os mais elementares direitos humanos»'
'Ficou sem 7 filhos por recusar laqueação de trompas'

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.