quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Mais de mil pedem uma ciclovia para Algueirão-Mem Martins



A petição lançada a 31 de Outubro, na Internet, em defesa da construção de uma ciclovia/pedovia em Algueirão-Mem Martins, já ultrapassou o objectivo inicial de mil subscritores. “A petição serve acima de tudo para sensibilizar as pessoas para a construção da ciclovia, serve também para ganhar lugar de debate junto dos políticos locais nas assembleias, e para sermos ouvidos na nossa vontade de incluir a ciclovia num orçamento de estado, de concelho, de freguesia”, explica o promotor Ricardo Rodrigues.

O texto pode ser subscrito até dia 21 de Março e o objectivo é que "a petição se torne um documento legal para entregar às entidades competentes”. Os signatários justificam a pretensão da ciclovia com “a necessidade de melhorar a mobilidade e a qualidade de vida dos cidadãos; o aumento do custo de vida, nomeadamente dos transportes públicos; e a ausência de espaços para as crianças, idosos, atletas e demais cidadãos se deslocarem com segurança.”

Outros argumentos usados são “o fluxo elevado de viaturas que se deslocam no interior da freguesia e nas zonas comerciais adjacentes e a consequente contaminação do meio ambiente, e “a necessidade de alargar as opções de infraestrutura da rede pedonal/não motorizada para os acessos e respectivos parqueamentos de bicicletas em segurança, permitindo desta forma incrementar a economia regional.”

O documento é dirigido ao presidente da Câmara Municipal de Sintra, ao presidente da Assembleia Municipal e aos presidentes das juntas de freguesia de Algueirão-Mem Martins e de Santa Maria e São Miguel, entidades que são alertadas para o facto de que “grande parte do traçado apenas necessita de ser balizado com sinalização vertical e horizontal, e outra parte apenas o rebaixamento dos passeios” (ver proposta de mapa).

Além da página da causa, foi também criada uma página no Facebook para informar sobre a evolução da iniciativa.

© Luís Galrão/Tudo sobre Sintra

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.