sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Candidato independente Nuno da Câmara Pereira: «Sintra parou no tempo»



Nuno da Câmara Pereira, candidato independente à presidência da câmara, afirma que o município de “Sintra parou no tempo” quando comparado com os concelhos contíguos. O fadista que concorre pela segunda vez a Sintra, após uma primeira experiência em 1993 nas listas do Movimento Partido da Terra, esteve ontem na apresentação da candidatura da CDU. “Somos todos sintrenses e as pessoas de bem merecem o apoio de todos quanto assim pensam, e porventura teremos mais ponto em comum do que as pessoas imaginarão”, explica. Questionado sobre o afastamento da candidatura do vice-presidente da câmara, justifica que “Marco Almeida ainda não é independente porque ainda está filiado no PSD” e por isso tomou “o próprio caminho” porque pretende estar “numa lista só com independentes”.

Notícias relacionadas:
Fadista monárquico Nuno da Câmara Pereira volta a candidatar-se a Sintra

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro COBARDE, peço-lhe que não atire lama para cima de pessoas de bem... Tem provas? exponha-as!! Isto não é uma crítica, isto é o que de baixo e vil um palhaço pode fazer... tenha masculinidade e prove o que diz, escritos da baixeza de dizer: "que existem histórias na Praia das Maças", são não só ridículas como soam a um profissionais da má-língua... com que objectivo não sei, mas desconfio que são DOM's sem qualquer dom... Anónimo, cresça!!

      Eliminar
  2. Caros Responsáveis pelo TUDO SOBRE SINTRA, que muito aprecio e leio, peço-vos que cumpram as vossas próprias regras e retirem o comentário do Anónimo do dia 8 de Fevereiro, pois enquadra-se no meu ver na lógica que vossas excelências não aceitam: "Serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial". Ora dizer mal por dizer, sem ser uma crítica política, mas sim atirar lama a um cidadão, sem provas e sem factos provados, apenas lançando "bocas" e difamações vagas, não deveriam ser permitidos... Obrigado.

    ResponderEliminar
  3. Obrigado pelo alerta. Dado que não há moderação prévia de comentários, por vezes não são detectadas de imediato as mensagens abusivas, como era o caso.

    ResponderEliminar

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.