domingo, 10 de março de 2013

Socialistas lançam petição contra encerramento do CATUS de Agualva-Cacém


Foto: Google Maps

A Secção de Agualva-Cacém do Partido Socialista lançou uma petição na Internet contra o encerramento do Centro de Atendimento e Tratamentos Urgentes (CATUS) de Agualva-Cacém, a funcionar na Unidade de Cuidados de Saúde Personalizados de Agualva. No documento dirigido ao Primeiro-Ministro, Ministro da Saúde, Assembleia da República, ARS-LVT, Câmara Municipal de Sintra, Assembleias e Juntas de Freguesia da cidade, os signatários recusam que "o CATUS que actualmente serve a cidade de Agualva-Cacém venha a ser encerrado como recentemente foi anunciado pelo Governo."

"Não é justo, não é razoável nem serve os interesses dos cidadãos de Agualva-Cacém, o encerramento deste importante serviço de urgência médica, que a ocorrer implicará prejuízos sérios para os cerca de 80 mil cidadãos que passam a ter de deslocar-se a Monte Abraão quando necessitarem de recorrer às urgências durante a noite ou ao fim-de-semana. O que Agualva-Cacém precisa é de bons serviços de saúde, serviços próximos dos cidadãos, serviços que assegurem o acesso aos cuidados de saúde em igualdade de oportunidades", lê-se na petição, que conta cerca de 40 subscritores. [notícia na Rádio Ocidente]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.