quinta-feira, 18 de abril de 2013

Orçamento da freguesia de Algueirão - Mem Martins rejeitado pela oitava vez

A última Assembleia de Freguesia de Algueirão - Mem Martins aprovou a conta de gerência de 2012, no valor de dois milhões duzentos e setenta e um mil euros, mas rejeitou pela oitava vez o orçamento proposto pelo executivo. "A Junta está desde 2010 a trabalhar com o orçamento de 2009, porque a Assembleia de Freguesia rejeitou por oito vezes as propostas de orçamento, esta última que incluía a incorporação do saldo da gerência de 2012, contemplando alguns projectos que têm sido sistematicamente adiados por falta de entendimento entre as diversas forças politicas", lamenta Manuel do Cabo.

Segundo o presidente da junta, "a situação é verdadeiramente incompreensível e caricata, na medida em que o órgão deliberativo, que é a Assembleia de Freguesia, rejeita todos os anos os orçamentos e planos de actividade, acabando por aprovar as contas do exercício, com base num orçamento que em forma legal existe e é do ano de 2009, mas de facto não existe por ter vindo a ser rejeitado desde 2010". "Ao aprovar as contas, a Assembleia de Freguesia de Algueirão - Mem Martins dá cobertura e autoriza um conjunto de despesas, sobre as quais sempre se opôs, em consequência da rejeição dos orçamentos. É uma situação verdadeiramente inexplicável, que aceito, só por ser um órgão deliberativo", revela Manuel do Cabo em nota de imprensa.

Notícia relacionada:
Assembleia da Freguesia de Algueirão-Mem Martins reúne na segunda-feira

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.