segunda-feira, 27 de maio de 2013

'Quase duplicaram os jovens em perigo. «Ver o sofrimento das crianças é muito difícil»'

Notícia na Rádio Renascença: "Há quase o dobro dos jovens acompanhados pelas comissões de protecção de menores, conclui um relatório que vai ser divulgado esta segunda-feira e a que a Renascença teve acesso. Os dados são relativos a 2012, ano em que foram abertos 20.724 processos de jovens entre os 15 e os 21 anos. São mais nove mil casos do que em 2011. (...) O trabalho dos técnicos de uma comissão de protecção de menores tem, em muitos dias, só hora de entrada. "Implica não ter horários. Só saímos da comissão quando a criança está favorável, sem perigo. Duas, três, quatro da manhã", refere à Renascença Sandra Feliciano, assistente social na autarquia de Sintra e presidente da comissão de protecção de crianças e jovens de Sintra Oriental desde Março. A comissão abrange nove das 20 freguesias do concelho. Nos primeiros quatro meses do ano, registou 284 processos. Oito crianças foram retiradas das famílias e colocadas em instituições." [notícia integral]

Notícias relacionadas:
'Constitucional dá direito de recurso a mãe a quem foram retirados os filhos'
'Protecção de menores de Sintra alvo de denúncias'
'Recurso não trava adopção dos filhos de Liliana Melo'
'Tribunal recusa pedido para impedir adoção de seis menores retirados à mãe'
Sintra já sinalizou este ano 330 novos casos de crianças e jovens em risco
Comissões de Protecção de Crianças e Jovens de Sintra acompanharam 3200 casos em 2012

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.