sexta-feira, 19 de julho de 2013

18º Sintra Portugal Pro muda de formato mas continua a atrair os melhores do mundo



A prova mais antiga do circuito mundial de bodyboard regressa à Praia Grande entre 27 de Agosto e 1 de Setembro com a 18ª edição do Sintra Portugal Pro, este ano num degrau inferior na categoria masculina, mas com a mesma garantia de qualidade segundo a organização. A alteração de formato deve-se a cortes orçamentais, sobretudo no apoio da Câmara de Sintra, como explica ao Tudo sobre Sintra o porta-voz da Federação Portuguesa de Surf (ver vídeo).

"Por razões orçamentais, deixamos de ter um Grand Slam (GSS) masculino, para ter um GQS [Global Qualifying Series], que é um evento de qualificação mundial, mas não lhe chamaria despromoção ou descida de nível. É talvez do ponto de vista formal para a IBA [a Federação Internacional de Bodyboard], mas não invalida que alguns dos melhores do mundo venham cá, porque o circuito de qualificação é também muito disputado por atletas de elevadíssimo gabarito, que tentam chegar aos 24 melhores", assegura Carlos Mariano.

A alteração de formato é até vista como positiva, porque torna o evento "mais apelativo e emocionante". "Um evento de qualificação abre portas a mais praticantes, até portugueses, porque o GSS tinha um lote de apenas 24 atletas convidados, e neste caso temos o acesso mais aberto a esta que é a prova mais conceituada do bodyboard a nível nacional. Teremos também o regresso da variante Dropknee (DKWT) ao mais alto nível, em Grand Slam, com os melhores do mundo, e o Grand Slam feminino, com as melhores do mundo, incluindo as atletas portuguesas mais conceituadas", adianta.

Ao todo, a organização espera receber mais de 200 atletas que vão competir pelos 60 mil dólares em prémios, mais 10 mil do que no ano passado, apesar da crise. Mais informações (brevemente) em www.sintrabodyboard.com.

Teaser da edição de 2013:

Sintra teaser 2013 from Federação Portuguesa de Surf on Vimeo.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.