sábado, 27 de julho de 2013

'Marco Almeida diz que lei eleitoral limita movimentos de cidadãos'

No Jornal da Região (via Lusa): " O candidato independente à presidência da Câmara de Sintra Marco Almeida afirmou na quinta-feira que a lei eleitoral "limita bastante" a participação de movimentos de cidadãos em atos eleitorais, por se tratar de um processo "muito burocrático". "Julgo que houve uma boa intenção do legislador de abrir o processo eleitoral aos grupos de cidadãos, só que na prática os constrangimentos que são levantados pela legislação são imensos. A lei eleitoral limita bastante a sua participação", disse Marco Almeida aos jornalistas." [notícia integral]

Notícia relacionada:
Marco Almeida refuta acusações do BE de falta de transparência

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.