terça-feira, 24 de setembro de 2013

Marco Almeida quer financiar “programa de emergência social” com 2,8 milhões dos SMAS



O “Estado Social Local” proposto pelo candidato independente Marco Almeida, actual vice-presidente de Fernando Seara, vai obter financiamento através dos Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS). Aos 1,8 milhões de euros já gastos em medidas de apoio às famílias, Marco Almeida quer somar 2,8 milhões de euros actualmente cobrados nas facturas da água. “É um programa de emergência social que tem enquadramento financeiro, porque esta verba está disponível neste sector de actividade municipal e deve ser dirigida para as famílias, porque vivemos situações de angústia familiar, de penúria orçamental de muitas delas, e a Câmara tem de fazer mais do que tem feito”, defende o autarca.

A medida faz parte do “Programa de Governo Local” apresentado no Domingo, em Mira Sintra e “não colocará em causa os investimentos dos SMAS, nem a estabilidade financeira do município”, assegura. O programa, explica Marco Almeida, pretende “construir respostas que visem compensar a situação que as famílias vivem, fruto da perdas dos empregos e dos rendimentos devido aumento de impostos”. Entre as medidas, estão o alargamento da oferta dos manuais escolares para o segundo ciclo, a criação de um cheque-saúde para apoiar jovens e idosos, a criação de estágios profissionais e o apoio à internacionalização das empresas.

Fora dos planos do candidato estão despedimentos na câmara ou nas empresas municipais, um “rumor” de que se queixa. “Vamos lançar a abertura de concurso para preencher com mais pessoas os quadros dos assistentes técnicos e operacionais [das escolas], porque isso é possível através do contrato de execução que está assinado com o Ministério da Educação”, diz Marco Almeida, que também deixa no ar críticas ao esbanjamento de dinheiro por parte de algumas juntas de freguesia que têm promovido “espectáculos de fim de linha e de promoção eleitoral” (ver entrevista integral em vídeo).

© Luís Galrão/Tudo sobre Sintra

Notícia relacionada:
Marco Almeida acredita numa “estrondosa vitória” em Sintra nas eleições de Domingo

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.