domingo, 27 de outubro de 2013

Parques de Sintra lança obra "Os Criadores da Pena – D. Fernando II e a Condessa d’Edla"

A Parques de Sintra - Monte da Lua (PSML) lança no dia 29 de Outubro, terça-feira, data do aniversário de nascimento de D. Fernando II, a publicação "Os Criadores da Pena – D. Fernando II e a Condessa d’Edla", da autoria da escritora e historiadora Margarida Magalhães Ramalho. "A obra, é o resultado de uma profunda investigação histórica da autora, em arquivos nacionais e internacionais bem como em arquivos particulares nomeadamente os espólios pertencentes aos descendentes da Condessa", explica a empresa.

"A preparação do livro, encomendado pela Parques de Sintra, levou a historiadora a investigar e aprofundar as motivações do casal na conceção do Chalet da Condessa d’Edla e da área de jardins na zona ocidental do Parque da Pena. Permite uma melhor compreensão da relação entre Fernando de Saxe-Coburgo Gotha, rei-consorte de D. Maria II, e a sua segunda mulher, Elise Hensler, mais tarde Condessa d’Edla. De origem suíça-alemã, vai com a família muito jovem para os Estados Unidos onde adquire nacionalidade americana. Enquanto cantora lírica de carreira internacional Elise Hensler vai atuar, primeiro no Porto, em 1859, vindo depois para Lisboa onde conhece o rei viúvo com quem virá a casar em 1869. Unidos não só pelo amor à música como também pelo amor à natureza, D. Fernando e a condessa d’Edla serão os verdadeiros criadores do Parque da Pena.

Entre a documentação inédita apresentada conta-se a certidão de nascimento de Alice Hensler, filha ilegítima da condessa, nascida em Paris, em 1856. Este nascimento, envolto desde sempre em grande secretismo, permitiu alguma especulação em torno da paternidade de Alice. Apesar de o documento não apresentar o nome do pai, pode-se, pelas data de nascimento, afastar definitivamente a eventualidade do pai poder ter sido o rei D. Fernando II. Outra das novidades apresentadas são as cartas trocadas entre a Condessa d’Edla e a Rainha D. Amélia, que demonstram uma cumplicidade entre as duas mulheres, bem como a amizade fraterna que D. Pedro II, irmão de D. Maria II, nutria pela Condessa.

A obra divulga ainda correspondência que demonstra a tensão familiar provocada pela dificuldade que os filhos de D. Fernando II tiveram em aceitar o segundo casamento do pai e evidencia a cumplicidade e harmonia do casal, fruto de um grande amor que os manteve sempre unidos. Nesta união partilharam gostos, paixões e projectos que resultaram em importantes legados do património cultural português, desde a criação de um dos mais belos refúgios do Romantismo de Sintra, ao apoio a artistas como Viana da Motta e Columbano Bordalo Pinheiro." O lançamento terá lugar às 18h no Chalet da Condessa d’Edla, na presença da autora, mas é aberto apenas a convidados e imprensa. [Fonte: PSML/foto: EMIGUS]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.