terça-feira, 15 de outubro de 2013

'Jovem que esfaqueou colegas não justificou ataque. Pais estão em choque'

Na Rádio Renascença: "O jovem que ontem alegadamente esfaqueou três colegas e uma funcionária da escola Stuart Carvalhais, em Massamá, não resistiu quando foi abordado e detido pela polícia. “Quando foi interceptado por polícias não esboçou reacção, não foi violento, deixou-se levar”, explica à Renascença o subintendente Hugo Palma, acrescentando que o menor “mantinha um discurso de querer matar os colegas, sem que se percebesse alguma motivação concreta para tudo isto". [notícia integral]

Notícias relacionadas:
'Aluno entra na escola com facas e álcool para matar os colegas'
'Vice-presidente da associação de pais não compreende o ataque'

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.