quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Tapada de Monserrate acolhe acção de voluntariado para a erradicação de infestantes

A Parques de Sintra (PSML) abre hoje as inscrições para uma campanha de voluntariado para controlo de espécies arbóreas infestantes na Tapada de Monserrate, como é o caso das acácias, a ter lugar durante a manhã do dia 9 de Novembro. "As equipas da empresa trabalham durante todo o ano na erradicação destas espécies, que prejudicam o desenvolvimento das autóctones, mas este tipo de iniciativas traduzem-se num valioso contributo pelo volume de trabalho que é possível realizar num curto espaço de tempo. E esta é uma boa altura, dado que o solo começa a estar molhado e o arranque é mais fácil", explica a empresa.

As espécies infestantes, introduzidas como ornamentais no século XIX, são muito difíceis de erradicar, apresentando-se como uma forte ameaça não só para a flora como também para a fauna da Serra de Sintra. Devido ao seu rápido crescimento dominam as espécies autóctones, prejudicando o desenvolvimento de árvores como o Carvalho Português, o Carvalho Alvarinho, o Sobreiro e os Medronheiros, entre outros. No que respeita à vida animal são de particular perigo para alguns tipos de aves, como é o caso da Águia-de-Bonelli, dado que formam habitats cerrados pouco adequados para garantir acesso a alimento, e também para espécies como o Lagarto de Água, uma vez que as infestantes não permitem o crescimento da vegetação ao longo das margens das ribeiras e linhas de água, onde estes animais nidificam e procuram abrigo.

Nesta acção de voluntariado, organizada no âmbito do projecto BIO+Sintra, o arranque de infestantes (Acácias, Pitosporos e Áquias) será manual (pedindo-se aos participantes que tragam luvas), dado que as espécies são ainda jovens e esta é a forma mais eficaz. Após terem sido arrancadas serão acumuladas e recolhidas pelas equipas da Parques de Sintra. A ação de voluntariado está aberta a todos os que pretendam ajudar a controlar as espécies invasoras na Serra de Sintra (mediante inscrição prévia) e a restituir-lhe a capacidade de desenvolvimento das espécies autóctones. Os voluntários serão acompanhados por técnicos, na sua maioria biólogos que, durante todo o ano, estão presentes nas acções do Projecto BIO+Sintra, conduzido pela Parques de Sintra e cofinanciado pela Comissão Europeia.

A inscrição prévia é obrigatória e a recepção dos participantes está marcada para as 9h na Quintinha de Monserrate, formando-se equipas de trabalho que seguirão posteriormente para vários talhões da Tapada de Monserrate. A iniciativa terminará ao final da manhã com a celebração do Magusto, ou seja, com castanhas e água-pé, enquanto os participantes têm também a oportunidade de visitar as instalações da Quintinha de Monserrate, nomeadamente as áreas hortícolas, linha de água e os animais que ali habitam (burro, égua, ovelhas, coelhos, galinhas, entre outros). Inscrições e informações aqui. [Fonte: PSML]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.