terça-feira, 26 de novembro de 2013

Comunicados da Câmara e da Parques de Sintra sobre a compra das ruínas do Hotel Netto



Comunicado da Câmara de Sintra: "A Câmara Municipal de Sintra decidiu exercer o direito de preferência na aquisição do Hotel “Netto”, edifício do século XIX, adjacente ao Palácio Nacional no centro histórico da vila, que se encontra em ruínas [ver proposta]. O investimento aprovado hoje vai possibilitar a recuperação de um hotel histórico com a sua transformação num “Hostel” dirigido essencialmente à juventude, contribuindo assim para a valorização do centro da vila. A medida insere-se numa estratégia de desenvolvimento e atracção de investimento que prevê a dinamização do sector turístico e que permitirá a criação de emprego no concelho.

Considerado um símbolo da Sintra romântica, o Hotel “Netto” está inserido na zona de proteção do Palácio Nacional, classificado como Monumento Nacional, e está integrado na área de Património Mundial e Paisagem Cultural que abrange a vila. Devoluto há várias décadas, o Hotel Netto é conhecido pelo contributo que deu para a imagem de “Sintra Romântica”, onde, por exemplo, destaca-se o escritor romancista José Ferreira de Castro, que ali residiu e escreveu parte da sua extensa obra literária. A avaliação feita ao imóvel atribui um valor de 650 mil euros, sendo o direito de preferência da Câmara Municipal de Sintra exercido por um valor inferior, 600 mil euros. Os trabalhos de recuperação do edifício vão contar com apoios comunitários e com a colaboração da autarquia de Sintra." [Fonte]

Comunicado da Parques de Sintra: "A Parques de Sintra – Monte da Lua, S.A., empresa de capitais exclusivamente públicos que gere as principais propriedades públicas em Sintra, de que são accionistas o Estado, representado pela Direcção Geral do Tesouro e Finanças, o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, o Turismo de Portugal e a Câmara Municipal de Sintra, recebeu, em Setembro de 2012 (DL 205/2012, de 31 de Agosto), a gestão do Palácio Nacional de Sintra.

Imediatamente depois, contactou a empresa Tivoli Hotels e Resorts, proprietária da ruína do ex-Hotel Netto, com vista a estudar uma solução para a recuperação desta ruína, visto que se situa ao lado do Palácio de Sintra. A Tivoli Hotels, manifestou disponibilidade em vender as ruínas do ex-Hotel Netto. Contactados os accionistas, estes vieram a concordar com a proposta de aquisição das mesmas por 600.000 euros. Esta proposta envolveu o estudo da sua adaptação a residência jovem/hostel, de modo a viabilizar a sua recuperação e vitalizar o Centro Histórico de Sintra.

Sempre com a concordância dos accionistas, a recuperação do ex-Hotel Netto foi candidatada, com sucesso, ao Programa Reabilitar para Arrendar promovido pelo IHRU (Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana). A Câmara Municipal de Sintra deliberou hoje exercer o direito de preferência nesta aquisição, que legalmente lhe assiste por o imóvel se situar na Zona de Protecção do Palácio Nacional de Sintra, monumento nacional." 

Notícias relacionadas:
Câmara de Sintra abre hostilidades contra a empresa pública Parques de Sintra
Câmara ultrapassa empresa Parques de Sintra na compra do Hotel Netto
Vídeo: Parques de Sintra aguarda autorização para comprar Hotel Netto

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.