terça-feira, 31 de dezembro de 2013

União de Freguesias de Agualva e Mira Sintra contra nome "ilegal" da Rua Marcelo Caetano


© Luís Galrão/Tudo sobre Sintra (arquivo)

A Assembleia da União de Freguesias de Agualva e Mira Sintra aprovou ontem, por maioria, uma moção contra a existência de uma rua no Alto de Colaride, em Agualva, “com o nome do ditador Marcelo Caetano”. O documento, proposto pela CDU, pede à Câmara de Sintra que “faça cumprir a lei”, retirando “com a maior rapidez a placa que se encontra colocada ilegalmente naquele arruamento situado entre a Rua Almada Negreiros e a Rua Florbela Espanca”.

Em alternativa, os eleitos locais de Agualva e Mira Sintra, freguesias fundidas na sequência da reforma administrativa, propõem a atribuição de um novo topónimo “ligado à colectividade de cultura, recreio e desporto de Agualva e Mira Sintra, ao nome do professor Agostinho da Silva ou, ainda, ao nome do musicólogo e compositor Fernando Lopes Graça”.

A moção reforça decisões já tomadas pela anterior Assembleia de Freguesia de Agualva e critica o anterior executivo da junta (PSD/CDS-PP) por, em 2009, ter sugerido à câmara a atribuição daquela designação. Na sessão de ontem, a moção contou com 15 votos favoráveis do PS, movimento Sintrenses com Marco Almeida, CDU e BE, e com 4 votos contra da bancada do PSD/CDS-PP, que justifica que “nesta época de crise não é razoável pedir aos moradores que mudem todos os documentos”.

© Luís Galrão/Tudo sobre Sintra

Notícia relacionada:
CDU rejeita atribuição do nome Marcelo Caetano a rua de Agualva

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.