segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

'Direcção das urgências do Amadora-Sintra demite-se preocupada com doentes'

No ionline: "A direcção do serviço de urgência do hospital Amadora-Sintra pediu a demissão por entender que as actuais condições de trabalho colocam em risco a qualidade mínima no atendimento e a vida dos doentes. “Nos últimos dias tem-se chegado à noite com quase 200 doentes por ver e dez a 12 horas de espera”, disse ao i fonte hospitalar, que adianta que há doentes que acabam por estar tantas horas à espera sem ser vistos que são levados para a sala de reanimação em estado crítico." [notícia integral]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.