sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

'GNR reformado matou jovem em discussão por causa de um cão'

Na TVI24: "Um militar da GNR na reforma admitiu, esta quinta-feira, no tribunal de Sintra, que disparou na direção de um jovem de 23 anos, durante uma discussão por causa de um cão, mas negou intenção de matar. O guarda na reforma, agora com 53 anos, encontra-se em prisão preventiva desde que foi detido pela PSP, em Queluz, acusado da morte de Caio Carvalho, 23 anos." [notícia integral]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.