sábado, 25 de janeiro de 2014

Grande Prémio "Fim da Europa" junta amanhã perto de 2300 atletas

Realiza-se amanhã a 24ª edição do Grande Prémio "Fim da Europa", a prova de atletismo de 17 quilómetros que liga a Vila de Sintra ao Cabo da Roca. A iniciativa, organizada pela Câmara de Sintra, tem início na Volta do Duche, às 10h, e termina no ponto mais ocidental da Europa continental, o Cabo da Roca.

"A concentração dos participantes será feita junto ao portão do Parque da Liberdade, na Volta do Duche. O percurso tem início junto à Fonte Mourisca e seguirá pela Rampa da Pena, Zona Florestal da Peninha, Azóia, com a meta instalada no Cabo da Roca", explica a autarquia, que tem inscritos 2293 atletas.

"A organização conta com 25 técnicos da autarquia, 50 voluntários (Escuteiros e alunos de Escolas Secundárias, da área da Gestão do Desporto), corporações de Bombeiros (Sintra, S. Pedro, Almoçageme), um ginásio da região e o Clube de BTT Lourel, que fará o acompanhamento dos atletas ao longo do percurso, para reforçar a sua segurança. A Polícia Municipal fará o acompanhamento e policiamento de toda a prova."

"O evento termina com a cerimónia de entrega de prémios, onde serão distribuídos medalhões aos três primeiros atletas por escalão e troféus aos três primeiros atletas da classificação geral. No espaço de acolhimento os atletas poderão assistir às primeiras imagens da prova e ao filme "Sintra Num Olhar – Sintra Capital do Romantismo", explica a Câmara de Sintra.

Na última reunião do executivo, a bancada dos vereadores do movimento "Sintrenses com Marco Almeida" lamentou a "desconsideração" da autarquia pelas associações de Sintra, ao ter entregue a organização da prova "a uma associação desportiva de Lisboa" [a Correr Monsanto - Associação Para o Desporto Popular] e questionou o aumento do número de inscrições aceites, bem como o seu custo.

"O valor das inscrições mais que duplicou, além do significativo apoio logístico da câmara. Contas feitas, dará um encaixe financeiro de 51 mil euros a esta associação desportiva. Uma prova que era popular, passou provavelmente a ser um negócio com interesse", disse José Pedro Matias, preocupado com a "segurança e prestígio da prova". Não houve, no entanto, resposta do Executivo, cujo vereador do Desporto não estava presente.

Notícias relacionadas:
Grande Prémio "Fim da Europa" condiciona trânsito no Domingo

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.