quinta-feira, 6 de março de 2014

'Relação confirma pena máxima para autor de triplo homicídio em Queluz'

No JN: "O Tribunal da Relação de Lisboa confirmou, esta [quarta-feira], a pena de 25 anos de prisão imposta ao homem que provocou a morte de duas mulheres, mãe e filha, e um segurança, em incêndio provocado deliberadamente num elevador em Queluz. Segundo a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, o recurso que tinha sido interposto pela defesa do homicida foi julgado improcedente, mantendo-se a condenação de pena máxima de prisão, proferida a 4 de novembro pelo Juízo de Grande Instância Criminal de Sintra." [notícia integral] [notícia no ionline e no SOL]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.