terça-feira, 1 de abril de 2014

Projectos de hotéis de quatro estrelas em Sintra procuram investidores na Rússia


Aspecto do Hotel-Apartamento previsto no projecto Sintra Golf & Country Club

Dezasseis empresas instaladas em Sintra estarão nos próximos três dias à procura de novos negócios com o mercado russo, numa mostra empresarial nacional que decorre em Moscovo até quinta-feira. Na lista de seleccionados para viajar até ao Portugal Invest, promovido por uma mediadora imobiliária e uma empresa de consultoria, estão nomes como a Alualpha e a Galucho, ambas de São João das Lampas, o Sintra Boutique Hotel ou a Parques de Sintra - Monte da Lua. Destacam-se também dois projectos imobiliários para hotéis de quatro estrelas, nomeadamente o Hotel da Gandarinha, cujo projecto de unidade hoteleira entre a Vila e São Pedro de Penaferrim aguarda por desenvolvimentos há mais de década e meia, e o empreendimento turístico “Sintra Golf & Country Club”, projectado para o Casal da Granja, junto à Várzea de Sintra.

No primeiro caso, os promotores dizem tratar-se de uma "oportunidade única de adquirir um projecto de um hotel 4 estrelas no coração da vila de Sintra", numa unidade com 96 quartos, 155 lugares interiores de estacionamento, implantada em 5555 m2 de construção, num terreno com uma área de 5843 m2. O segundo projecto também irá à procura de investidores para a unidade que será implantada num terreno de 482 mil metros quadrados, que irá contar com um campo de golfe de 9 buracos, um apart-hotel de 4 estrelas com cerca de 17 mil m2 e um conjunto de unidades dispersas e isoladas de apartamentos, com mais 18 mil m2 de área, num total de 226 apartamentos e 1014 camas.


Vista superior do projecto do Hotel da Gandarinha cujo edifício principal data de 1888

A missão missão empresarial tem o apoio logístico da Câmara de Sintra, cujo presidente não vê inconvenientes na coincidência de calendário com o actual clima de tensão entre a União Europeia e a Federação Russa, por causa da anexação da Crimeia, que até recentemente era território da Ucrânia. “Este enquadramento político não obstaculiza os negócios, era o que faltava. Acho muito bem que as empresas do concelho se organizem e com o apoio da câmara vão a uma grande feira a Moscovo. É a primeira iniciativa do género, mas iremos fazer o mesmo noutras feiras”, diz Basílio Horta.

Segundo a câmara, que por enquanto apenas pode apoiar “na organização e na logística, sem meios financeiros”, este tipo de iniciativas podem ser uma solução para a impossibilidade de Sintra ser abrangida pelos fundos comunitários, nomeadamente os do Quadro de Referência Estratégica Nacional (QREN). Quanto às empresas representadas, o autarca avança que “há vários projectos que estão abertos a investimentos”, como as duas unidades hoteleiras de quatro estrelas, que considera importantes para Sintra.

“Esse projecto da Gandarinha é muito importante, pelo sítio onde está, por razões de segurança, porque aquele edifício em ruínas pode um dia ruir, e porque Sintra necessita de boa hotelaria”, diz Basílio Horta, que salienta ainda a mais-valia dos 155 lugares de estacionamento, que “respondem a uma grande necessidade de Sintra”. O impasse do projecto aprovado há anos pelo município, diz, terá ficado a dever-se a dificuldades em encontrar um investidor, um problema que parece estar em vias de resolução no caso do Sintra Golf. “Também vai à procura de investidores, mas creio que já haverá um eventual interessado”, avança Basílio Horta. Quanto ao hotel de 5 estrelas que o Grupo Vila Galé tem previsto igualmente para a Várzea de Sintra, o autarca adianta que a empresa “já retomou o projecto e a câmara espera que faça o investimento”, embora este não seja um dos negócios levados à Portugal Invest.

[Actualização] As 16 empresas instaladas em Sintra presentes em Moscovo são: RIOPART - Consultoria, Investimentos e Participações, S.A. (projecto Sintra Golf)), ALUALPHA, CONTIBRONZES, JNP - Imobiliária e Turismo, Galucho, Turismo Sintra Litoral, Galvão & Notonha (KAFFA), Belgrani, Urbibarra Construções, Lda. (projecto Hotel da Gandarinha), Sintra Boutique Hotel, Construal - Construtora Mecânica, Lda., Tecnisata - Indústria Metalomecânica SA, Lusorochas, Parques de Sintra, Apametal - Aparelhagem Metálica, e Sports Partner.

© Luís Galrão/Tudo sobre Sintra [reprodução integral proibida em publicações periódicas impressas]

Notícia relacionada:
Câmara de Sintra ajuda projecto do Hotel da Gandarinha a procurar investidores em Moscovo

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.