sexta-feira, 27 de junho de 2014

'Há mais de 200 médicos a receberem o dobro no hospital Amadora-Sintra'

Na TVI24: "Há 260 médicos que acumulam dois contratos no hospital Fernando da Fonseca, mais conhecido como Amadora-Sintra, numa situação que vem do tempo em que o hospital era uma parceria público-privada, mas que se tornou ilegal a partir de 2011. Ou seja, os clínicos fazem parte dos quadros da unidade de saúde e ganham pelas horas extraordinárias ao abrigo dos contratos com empresas de prestação de serviços. Na prática, recebem duas vezes do mesmo hospital, como explica o «DN» na sua edição desta quinta-feira." [notícia integral] [notícia no DN e na Renascença]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.