sábado, 19 de julho de 2014

Extensões de saúde de Almargem reabrem mas utentes lembram que faltam enfermeiros



Cerca de quatro dezenas de utentes de saúde de Dona Maria agradeceram ontem ao presidente da câmara pela reabertura da unidade encerrada no início de Junho pelo Ministério da Saúde. No entanto, Basílio Horta recebeu a queixa de que a reabertura com os médicos pagos pela câmara e o pessoal administrativo cedido pela união de freguesias, deixou de fora o pessoal de enfermagem. “Temos médica, mas para tomar uma vacina ou fazer um penso temos de ir a Casal de Cambra ou aos Negrais”, lamentava uma utente.

Em resposta, o presidente da União de Freguesias de Almargem do Bispo, Montelavar e Pêro Pinheiro, Rui Maximiano, assegurou que, a partir da próxima semana, esse serviço da responsabilidade do Agrupamento de Centros de Saúde de Sintra será assegurado por enfermeiros do centro de saúde de Casal de Cambra, que se deslocarão a Dona Maria.

Além desta extensão de saúde, que passará a funcionar às terças e quintas, com reforço de mais meio-dia à quarta de manhã, reabrirão também as extensões de Almargem do Bispo, que terá um dia e dois meios-dias de atendimento, e do Sabugo, apenas com meio-dia, devido à mudança de muitos utentes para o Centro de Saúde de Pêro Pinheiro.

O atendimento será assegurado por dois a três médicos contratados pela Câmara de Sintra, pelo menos até à construção de uma nova unidade em Almargem do Bispo, altura em que estas três extensões serão encerradas. “Não fizemos mais do que a nossa obrigação e o ministro da saúde devia vir ver a utilidade que isto tem”, respondeu o presidente da câmara a uma das moradoras que lhe agradeceu durante uma visita agendada no âmbito da presidência aberta realizada ontem na união de freguesias.

© Luís Galrão/Tudo sobre Sintra

Notícias relacionadas:
'Município de Sintra contrata médicos e reabre consultas em três localidades'
'Três extensões de saúde reabrem a partir de sexta-feira em Sintra'
Três extensões de saúde de Almargem do Bispo reabrem dia 18 com médicos pagos pela câmara

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.