segunda-feira, 21 de julho de 2014

SMAS e câmara anunciam investimento de 26 milhões em saneamento e espaço público

Os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) vão investir 24 milhões de euros em obras de saneamento na zona Oeste do concelho, remodelação de rede de abastecimento de água de Algueirão, remodelação das redes de abastecimento, águas residuais domésticas e pluviais em São Pedro de Sintra e redes de águas domésticas e pluviais em Almornos, Mancebas e Fonte da Aranha, anunciou hoje a Câmara de Sintra.  Acresce, ainda, a construção da conduta adutora em Rio de Sapos, Belas, a construção do emissário do Magoito e a remodelação de redes de água e esgotos em algumas ruas de Queluz e Agualva.

A autarquia anunciou também a "requalificação de estradas e o aumento da cobertura da varrição e limpeza." Durante a apresentação dos investimentos, que decorreu no Palácio Valenças, o presidente da câmara, Basílio Horta, afirmou que esta é a segunda fase do seu mandato. "A limpeza do espaço público é fundamental para o município, assim como criar espaços verdes e parques urbanos. E queremos a cobertura total do concelho com água e saneamento. É inadmissível que em pleno século XXI exista num concelho próximo da capital portuguesa zonas onde não existe saneamento e em que o abastecimento de água não é regular", disse o presidente da autarquia.

Segundo um comunicado da autarquia, "serão investidos ainda este ano 625 mil euros para requalificação da rede rodoviária, 1,5 milhões de euros na requalificação da Praia Grande (muro e frente de praia, bem como do acesso às escadinhas junto às pegadas de dinossauros)". Acresce o "aumento da varrição nas freguesias de Rio de Mouro e de Algueirão-Mem Martins", que custará 150 mil euros anuais e contempla a contratação de 50 pessoas inscritas no Instituto de Emprego. "Entendemos que a contratação destas 50 pessoas ajuda a combater o desemprego no concelho", afirmou o autarca. [notícia no Dinheiro Vivo e no Região Online]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.