quinta-feira, 31 de julho de 2014

'Vítima de violência doméstica forçada a sair de casa'

No Correio da Manhã: "Quando os agentes da PSP entraram na casa onde uma mulher gritava em Mem Martins, em outubro do ano passado, o polícia A. Lopes estava já com a sua arma de serviço, uma pistola 7,65 mm, apontada à cabeça da vítima. O agente trabalhava na altura na Polícia Municipal de Lisboa. Agora está suspenso. A ex-namorada é funcionária dos CTT." [notícia integral]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.