segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Marca "ActiveSintra" vai promover o "turismo activo sustentável" em www.activesintra.com



[Actualizado] A Câmara de Sintra está prestes a lançar a marca "ActiveSintra", um projecto de comunicação vocacionado para o turismo activo que será desenvolvido pelo Departamento de Cultura, Juventude e Desporto. A marca já está presente nas redes sociais desde o início de Agosto, nomeadamente no Facebook e no Twitter, mas o lançamento oficial ainda não teve lugar, nem existe qualquer informação na página do município.

No entanto, quem visitar o endereço www.activesintra.com fica a saber que se trata de uma iniciativa destinada a "promover o turismo activo, atraindo e retendo visitantes durante todo o ano e por estadias mais dilatadas". Segundo a autarquia, o novo portal "passa a reunir toda a informação necessária a quem deseje experienciar uma verdadeira aventura em Sintra".

A página possui já alguma informação sobre as actividades que podem ser desenvolvidas, embora alguns menus sirvam apenas para ligar aos operadores turísticos que operam no concelho, como acontece no menu 'surf'. Noutros, como em 'percursos pedestres' é possível ter acesso não só a empresas, mas também aos folhetos das várias rotas no Parque Natural Sintra-Cascais.

O projecto será discutido amanhã pelo executivo, que deverá aprovar a autorização de utilização exclusiva e a gestão desta marca, que vem juntar-se à de "Sintra, Capital do Romantismo", lançada em 2009.

[Actualização] A ideia partiu do agente turístico Martin Thompson, que a vendeu à Câmara de Sintra por 1500 euros, valor que inclui o trabalho preliminar de estudo de mercado, a criação e desenvolvimento da marca e o registo de domínios. De acordo com o documento submetido a reunião de executivo, a autarquia passará a ter usufruto exclusivo da imagem de marca e assumirá a sua gestão, bem como os custos com domínios, emails e outros.

Martin Thompson e Virpi Oliveira, outra empresária envolvida, "poderão prestar serviços de consultoria e coordenação externa durante o período de desenvolvimento da marca ActiveSintra, sem custos para a câmara", lê-se também no acordo. A autarquia acredita que a marca, associada a um portal, "poderá ser o principal ponto de informação sobre turismo activo, bem como de natureza, invertendo a tendência de ver Sintra apenas como um destino de viagem de um dia".

O protocolo com Martin Thompson estabelece também que "a admissão de fornecedores de actividades e alojamentos ficará condicionada ao cumprimento dos critérios de qualidade definidos, nomeadamente a admissão exclusiva de actividades de ar livre não motorizadas e alojamentos que suportem e promovam tais actividades."

© Luís Galrão/Tudo sobre Sintra

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.