quinta-feira, 9 de outubro de 2014

'Pedida pena suspensa se autarcas corruptos devolverem verbas'

No Correio da Manhã: "O Ministério Público pediu esta quarta-feira a condenação em pena suspensa do anterior presidente e mais sete elementos da Junta de Freguesia de Rio de Mouro, Sintra, desde que devolvam cerca de 68 mil euros que receberam indevidamente. "O 'fartar, vilanagem' de que fui alvo neste julgamento não é real", comentou esta quarta-feira, em sua defesa, Filipe Santos (PSD), ex-presidente da Junta de Freguesia de Rio de Mouro, perante o coletivo do Tribunal de Lisboa Oeste, que o está a julgar por recebimentos indevidos nos mandatos de 2005/2009 e 2009/2013." [notícia integral]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.