terça-feira, 25 de novembro de 2014

'Ex-autarcas de Rio de Mouro, Sintra, conhecem sentença por acusação de peculato'

No Observador (via Lusa): "Os oito arguidos estão acusados de terem recebido, nos mandatos de 2005/2009 e 2009/2013, verbas por ajudas de custo, subsídio de transporte, pagamento de refeições, de combustível e de portagens e ainda prendas de Natal adquiridas pela autarquia local, no montante total de cerca de 68 mil euros. A acusação do Ministério Público resultou de uma ação da Inspeção Geral da Administração Local (IGAL), que teve início em junho de 2010." [notícia integral] [notícia no Notícias ao Minuto]

Notícia relacionada:
'Tribunal quer alterar factos da acusação a ex-autarcas de Rio de Mouro'

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.