sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Moradores alertaram em 2011 para o muro de 12 metros que ruiu durante a noite no Cacém



[Actualizado] Os moradores da Rua São Tomé e Príncipe, no Cacém, dizem ter alertado em 2011 para o risco de queda do muro que ruiu esta madrugada para cima de três prédios, e que levou à evacuação de 22 famílias. A informação foi confirmada pelo presidente da câmara, Basílio Horta, segundo o qual a Polícia Municipal terá notificado o proprietário para fazer obras, o que não se verificou.



A explicação não convence alguns moradores, que se queixam de "negligência das autoridades", que não conseguiram resolver o problema nos últimos quatro anos. "Estão apenas a reagir, quando podiam ter prevenido, até porque um dos técnicos da protecção civil comentou que o perigo era conhecido desde 2007", revelou um morador.



Para tentar resolver o problema, "serão feitas obras de emergência, cujos custos serão posteriormente cobrados ao proprietário do muro e do terreno", avança o presidente da câmara, sem apontar o custo da empreitada, ainda em avaliação. "O mais importante é garantir a segurança dos moradores, e isso foi feito. Agora, as obras vão começar imediatamente, embora sejam caras e difíceis, e iremos avaliar se será possível o regresso de alguns moradores", acrescentou Basílio Horta numa visita que fez durante a manhã.



As famílias evacuadas continuam sem poder regressar a casa, embora a PSP esteja a autorizar alguns moradores a entrar nos edifícios para retirar alguns bens. Ao final da manhã ouviam-se também algumas queixas em relação à Segurança Social, cujos técnicos não terão comparecido ao encontro marcado com as famílias que foram alojadas durante a noite no Centro de Emergência de Idanha, em Belas.



Vídeo na SIC:


Vídeos na RTP:






Vídeo na CMTV:

[notícia na Rádio Renascença e vídeo na TVI24]

Notícias relacionadas:
'Muro que obrigou ao realojamento de 22 famílias no Cacém encostado a um dos prédios'
Chuva provoca desabamento de terras em Sintra e ameaça fazer ruir um muro no Cacém

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.