segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

'Amadora-Sintra sem capacidade para receber mais doentes'

No Diário de Notícias: "Até ao final do ano nenhum hospital da região de Lisboa pode transferir doentes para o Amadora-Sintra, mesmo que seja essa a sua área de residência. A indicação foi dada pelo presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo (ARSLVT), Luís Cunha Ribeiro, na sequência da falta de capacidade das urgências do Hospital Fernando Fonseca, que tem as suas 700 camas ocupadas." [notícia integral] [notícia no Expresso, no Jornal da Região, na RTP e na TSF]

Vídeo na RTP:


Notícia relacionada:
'Médicos com doenças súbitas e mais doentes provocaram caos no Amadora-Sintra'

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.