segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

'Amadora-Sintra ainda não conseguiu contratar médicos, mesmo a mais de 30 euros por hora'

No PÚBLICO: "Depois do caos do Natal, em que cinco médicos estiveram escalados para a primeira observação de quase 500 doentes por dia, o Hospital Amadora-Sintra tem, para já, a garantia de que na passagem de ano contará com seis clínicos para o balcão do serviço de urgência, revelou ao PÚBLICO uma fonte da unidade de saúde. Se não houver uma procura “inusitada” como a que ocorreu no Natal, se alguns médicos escalados não adoecerem como sucedeu então, e se a afluência for a normal (cerca de 300 doentes por dia), no reveillon não haverá problemas. Mas são muitos “ses” e pode repetir-se o cenário de ruptura." [notícia integral]

Notícias relacionadas:
'ERS vai analisar acesso dos utentes ao Amadora-Sintra'
'«Amadora-Sintra subdimensionado para a população que serve»'

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.