sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

'Vítima alertou para homicídio do irmão'

No Correio da Manhã: "Carla Santos suspeitou de que o ex-companheiro estava implicado no desaparecimento do irmão e alertou os pais. Quinze dias depois do desabafo foi assassinada à facada precisamente pelo ex-companheiro. A revelação foi feita pelo pai da vítima, ontem, na continuação do julgamento. Moisés Fonseca, tradutor de 43 anos, está acusado de um crime de homicídio qualificado pela morte de Carla Santos, de 41 anos, em março em Monte Abraão, Sintra." [notícia integral]

Notícia relacionada:
'Homem confessou ter esfaqueado mortalmente ex-companheira'

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.