quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

'Liberta gás para explodir casa'

No Correio da Manhã: "Agiu por vingança, invadiu a residência do companheiro e abriu o gás. Abandonou o local e esperou, mas a explosão não chegou a acontecer. O alerta de um vizinho, que sentiu o intenso cheiro a gás, salvou o homem da morte. O incidente ocorreu a 1 agosto do ano passado, no centro de Queluz, em Sintra, e a mulher foi agora detida pela Polícia Judiciária. Está indiciada pela prática de um crime de libertação de gases tóxicos ou asfixiantes." [notícia integral] [notícia no SOL]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.