sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

'Um piano de improviso e uma vida de obra por gravar'

No Diário de Notícias: "Um piano e dois pianistas. O verdadeiro quatro mãos. Vai ser assim esta noite no Centro Cultural Olga Cadaval, em Sintra. O maestro António Victorino d"Almeida e o amigo brasileiro Luiz Avellar partilham as teclas do piano. O que podemos esperar? "Nada!" O maestro ri-se. Riso aberto e bem disposto. "Nada. Não podemos esperar nada. É uma hora seguida de total improviso. Às vezes os dois em conjunto, às vezes só o Luiz, depois apareço eu no meio das mãos dele..." [notícia integral]

Sem comentários:

Publicar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.