terça-feira, 10 de março de 2015

Sintra não foi "eleita" nem "premiada" como o quarto destino mais romântico da Europa


Fonte da imagem: Câmara de Sintra

Ao contrário do Porto, que há um ano foi realmente eleito como o “Melhor Destino Europeu 2014" no âmbito de um concurso da European Consumers Choice, ou de Lisboa, que este ano ficou em segundo lugar, Sintra não ficou em quarto lugar em qualquer prémio ou eleição online, nem o Palácio da Pena venceu qualquer votação para “melhor castelo da Europa”. Estas classificações foram atribuídas por membros da European Best Destinations, uma organização de turismo baseada em Bruxelas, ligada à European Consumers Choice.

Segundo é possível apurar, Sintra foi incluída nas listas de “destinos mais românticos”, “melhor castelo” e “melhores pontos mais extremos da Europa”, sem que tenha havido qualquer votação do público, como acontece nos galardões de “melhor destino europeu”, “melhor estância de esqui” ou “melhor mercado de Natal”, por exemplo, todos eleitos numa votação online, após serem nomeados por uma destas organizações.

Ainda assim, nestes galardões, os nomeados são por norma as cidades associadas da European Best Destinations, que tem como membros os organismos turísticos regionais ou locais, como o Turismo de Lisboa, ou a marca ‘Sintra – Capital do Romantismo’, gerida pela Câmara de Sintra. Na última eleição de Melhor Destino Europeu, por exemplo, todas as 20 cidades pertencem a esta organização venceu Bordéus, na França, com 42,396 votos, à frente de Lisboa, que obteve 37,621 dos 244,696 votos contabilizados em três semanas.

O Tudo sobre Sintra questionou por três vezes a European Best Destinations sobre quem “elegeu” Sintra nas listas citadas, quais os critérios utilizados e qual o papel das entidades nacionais de turismo nestas escolhas. Fonte do gabinete de comunicação limitou-se a esclarecer que estas listas “são abertas e não incluem apenas membros” (o que é verdade no caso dos “melhores castelos” e “destinos românticos”) e que as selecções são feitas com a ajuda de “votações online e de alguns profissionais de turismo”, não sendo objectivo promover apenas as cidades associadas.

Voltando ao caso de Sintra, a entrada do Palácio da Pena no ‘top 15’ dos “melhores castelos da Europa” aconteceu em Junho ou Julho do ano passado, mas só recentemente foi noticiada por cá. Também é dessa altura a inclusão de Sintra na lista de “melhores tesouros escondidos da Europa”, onde figura também em quarto lugar.

Recentemente, Sintra foi também incluída nos 100 destinos turísticos sustentáveis do rankingSustainable Destinations Global Top 100”, na categoria “Quality Coast BasiQ2014”, numa sucessão de distinções que surpreende o próprio presidente da câmara. “Com toda a franqueza vos digo que começo a ver que há uma série de coisas em que Sintra, Porto ou Lisboa ficam sempre em segundo ou primeiro lugar, o que é uma coisa um bocado estranha”, desabafou Basílio Horta na última sessão da assembleia municipal.

Notícias relacionadas:
'Sintra eleita o quarto destino mais romântico da Europa'
'O palácio português que é o «melhor castelo da Europa»'
'European Best Destinations distingue Sintra'

Sem comentários:

Enviar um comentário

Os comentários devem observar as regras gerais de “netiqueta”. No âmbito da moderação em vigor, serão eliminadas mensagens ofensivas, difamatórias, xenófobas, pornográficas ou de cariz comercial.